Cabo Verde comemorou esta quinta-feira dia 25 de Abril, o dia mundial do Paludismo, e segundo os responsáveis pela luta contra esta enfermidade, o arquipélago regista actualmente uma redução de um caso por cada mil habitantes.

Segundo o director do programa da luta contra o Paludismo (PNLP), Júlio Rodrigues em termos de óbito o país está estável realçando que em 2001 registou-se apenas um morte causado pelo paludismo e quatro em 2012.

Júlio Rodrigues, disse que todas estas vítimas estiveram fora do país, tratando-se assim de paludismo importado e uma tardia procura de cuidados hospitalares, acrescentando que ainda falta redobrar este cuidado de estratégia de vigilância.

O responsável apelou a população em geral a divulgar as informações positivas e uniforme no controlo desta doença em prol de uma sociedade sã e livre do paludismo.

A Ministra-adjunta da Saúde, Cristina Fontes, enalteceu a fase de pré-eliminação em que a paludismo se encontra actualmente, e disse que é preciso uma total mobilização para a sua eliminação, lembrando que este objectivo não é fácil mas que está ao alcance de todos.

Maior limpeza, vigilância fronteiriças, mobilização da comunidade, das autarquias e das associações foram apelos deixados pela ministra no sentido de erradicar o paludismo.

 
 
Ministério da Saúde
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
Direitos de autor © 2022 Ministerio da Saúde. Todos os direitos reservados.