A ministra-adjunta e da Saúde Cristina Fontes que presidia a reunião, informou que esta é primeiro acto dos ministros celebrado este ano, na sequência de aprovação de conselho de ministros no passado dia 14 de Março.

Durante a referida reunião foi apresentada a proposta do Plano Nacional do Desenvolvimento Sanitário (PNDS) 2012/2016, e segundo a ministra a reunião de hoje serve-se para debruçar-se sobre questões relevantes à sua implementação.

Com esta perspectiva Cristina Fontes manifestou que no horizonte 2020 “temos boas perspectivas de saúde”, tendo tido ganhos e que registou-se uma subida no índice do desenvolvimento humano no plano de PNUD.

O PNDS no entender da governante veio projectar estas metas, destacando que pretende “fechar as brechas” na cobertura do serviço pré-natal no sentido de detectar a tempo qualquer mal formação do feto, e fiscalizar o serviço contraceptivo.

“Temos que continuar a trabalhar a prevenção porque é mais barata do que a cura e o tratamento” realçou a ministra acrescentando que uma das questões fundamentais do PNDS é o financiamento da saúde, inclusive, referiu, que o governo já está a mobilizar parcerias para poder obter uma total cobertura nacional no horizonte 2016.

 
 
Ministério da Saúde
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
Direitos de autor © 2022 Ministerio da Saúde. Todos os direitos reservados.