Para o Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Evandro Monteiro, que falava durante o ato do Dia Mundial da Hipertensão Arterial, organizado pela Ordem dos Médicos de Cabo Verde, nesta terça-feira 17, considerou que este é um momento de excelência para, promover e aumentar a consciencialização da população, sobre esta doença e as graves complicações médicas subjacentes fornecendo informações fidedignas sobre a prevenção, o diagnóstico e o tratamento.

1Z5A3585Observou que o lema deste ano “meça a sua pressão arterial com precisão, controle-a e viva mais” é muito sugestivo do que se espera dos profissionais de saúde.

“Tal como o lema sugere, ações simples como medir regularmente e com precisão a pressão arterial e mante-la sob controlo, quer seja através de um estilo de vida saudável ou com a terapêutica e medicação adequada, fazem toda a diferença” assegurou.

Na oportunidade, exortou os profissionais, assim como os especialistas e os decisores a participar ativamente na elaboração de protocolos terapêuticos adequados e cada vez mais atuais, baseados nas evidências técnico-científicas de respostas, para assegurar que os cuidados de saúde que se presta à população, sejam as mais adequadas possíveis às necessidades e às orientações internacionais.

Evandro Monteiro avançou alguns dados afirmando que Cabo Verde tem atualmente 30% da sua população adulta hipertensa, sendo que 40% faz tratamento regular e prescrita por um profissional de saúde e aproximadamente 20% faz uso de medicina alternativa como meio de controlo da HTA.

11,5% dos Cabo-verdianos nunca mediram a sua tensão arterial e 3,5% é diabética. Os Cabo-verdianos consome o dobro de sal recomendado pela OMS (10gr/dia), 12,5% é fumadora, 31,8% da população adulta faz atividade física insuficiente, ou seja, menos de 150min/semana.

No entender daquele governante estes são dados importantes e preocupantes e que têm um grande impacto na saúde, por isso considerou ser necessária dar continuidade às políticas públicas em curso, baseadas na mudança do estilo de vida, no reforço dos hábitos saudáveis e em mais literacia em saúde.

Disse ainda que o Ministério da Saúde através do programa de nutrição e em estreita relação com os parceiros, está a elaborar uma proposta de lei, sobre a regulação do uso do SAL, AÇUCAR e GORDURA nos alimentos em Cabo Verde, para além da regulação já instituída na nova lei do Álcool e do Tabaco, sendo estas algumas das medidas legislativas importantes de suporte que irão seguramente contribuir para a redução de certos fatores de risco associados à hipertensão arterial.

O Dia Mundial da Hipertensão Arterial assinalado a 17 de maio, sob o lema “meça a sua pressão arterial com precisão, controle-a e viva mais” visando aumentar a consciência sobre esta doença e as suas complicações.

 
 
Ministério da Saúde
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
Direitos de autor © 2022 Ministerio da Saúde. Todos os direitos reservados.