Trata-se de uma doação que chegou ao país nesta segunda-feira 13, a bordo de um voo do avião militar da Força Aérea Francesa, que também apoiou no transporte desta doação. São 56.000 mil doses de vacina Astrazeneca e 56.000 seringas que chegaram ao aeroporto Nelson Mandela.

IMG 8855A chegada destas vacinas foram assistidas pelo Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, pelo Ministro da Saúde, Arlindo do Rosário e pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares e pelo Embaixador do Luxemburgo, Conrad Bruchentre.

O Primeiro-ministro agradeceu o seu homólogo de Luxemburgo por este gesto com Cabo Verde, pois segundo avançou, no momento em que todos os países estão a procura de massificar a vacinação estas vacinas chegam em “boa hora”.

“Nos temos estado a fazer um grande esforço para a vacinação e temos tido uma boa colaboração dos nossos parceiros e da iniciativa COVAX, já temos mais de 70% da população elegível com a primeira dose e pretendemos até final de outubro atingir os 85%.

Ulisses Correia e Silva recordou ainda que o Gran Ducado de Luxemburgo tem estado com Cabo Verde, desde a primeira hora, pois os médicos cubanos que estão a dar um bom contributo na luta contra a pandemia e no momento em que o país lidava com os primeiros casos, vieram para Cabo Verde, com o Financiamento desta cooperação luxemburguesa.

Para o Embaixador de Luxemburgo, esta doação representa uma contribuição do seu país na luta contra a pandemia de Covid19.

“Desejamos que junto com a contribuição de outros parceiros, estas vacinas sejam um contributo importante para Cabo Verde nesta luta” acrescentou.

Disse ainda que Cabo Verde é o primeiro país a receber a doação de vacinas do Luxemburgo, que se insere no quadro do objetivo de doar mais de 350.000 doses de vacinas aos países parceiros e da cooperação deste território europeu.

O embaixador também realçou a parceria existente com Cabo Verde, dizendo se tratar de uma “parceira muito especial” e disse que o seu país irá continuar a apoiar Cabo Verde para a melhoria das condições sanitárias.

Nos próximos 5 anos o Luxemburgo apoiará Cabo Verde com 1 milhão de euros por ano para reforçar os investimentos e a economia.

De recordar que no dia 03 de setembro o país recebeu também 150.000 doses de vacinas da Eslovénia, também para apoiar o país na imunização da sua população.

Atá o dia 12 de setembro, a taxa de vacinação nacional rondava os 74% com a primeira dose e 25% com a segunda dose.

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2021 Ministerio da Saúde. Todos os direitos reservados.