O Governo de Cabo Verde assinou hoje o acordo tripartido definanciamento do Plano de Emergência e Recuperação do vírus Zika, no arquipélago, com o Banco Africando de Desenvolvimento (BAD) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), em um milhão de dólares americanos.

O Plano de Emergência abrange todo o país e tem o valor total de 2 436 200 euros e deverá ser implementado no período de um ano.

O Ministro das Finanças, Olavo Correia, que assinou o acordo em representação do Govern...o, realçou, durante o ato que, este apoio do BAD “é importante para o orçamento cabo-verdiano, e é importante que tenhamos resultados no combate à essa epidemia. E eu estou convencido que, sob a liderança do Ministério da Saúde, com o apoio técnico-institucional da OMS, e com o suporte financeiro do BAD estaremos em condições de cumprir com aquilo que está acordado”.

Olavo Correia está confiante que, dentro de um ano, que é o prazo da sua implementação, Cabo Verde estará melhor apetrechado para fazer face às epidemias, mas sobretudo no que tange à prevenção. “É mais importante investir na prevenção do que ter mecanismos de respostas. Mas também o envolvimento da população é fundamental, igualmente dos municípios, das ONG’s, portanto, todos os parceiros são chamados a participar neste projeto para que Cabo Verde fique livre das epidemias”, realçou o Ministro.

Por sua vez, o representante da OMS em Cabo Verde, Mariano Castellón, realçou a importância deste acordo para Cabo Verde, por ser “o primeiro país da região africana onde se registou a epidemia do zika e esta epidemia mundial, constituiu um grande risco ao continente”, portanto há que trabalhar na prevenção.

De modo geral, o plano de atividades tem por objetivo reforçar a capacidade do país em detetar e responder, adequadamente, à infeção provocada pelo vírus da Zika e outras doenças virais provocadas por picadas de mosquito.

A coordenação do plano vai estar sob responsabilidade do Ministério da Saúde, em colaboração com a Organização Mundial da saúde (OMS), bem como outros parceiros de desenvolvimento relevantes no domínio da saúde e com experiência na área de especialidade.

Este programa complementará os esforços feitos até agora e reforçar as capacidades nucleares para implementação do IHR e IDSR em Cabo Verde, em linha com a agenda global de segurança em matéria da saúde. O programa também inclui componentes relacionados com a comunicação dos riscos, mobilização social e engajamento das comunidades de modo a que estes possam participar ativamente no combate a estas doenças.

IMG 1925 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.