Este repto foi lançado, durante a cerimónia de abertura do #IV #Congresso de #Controlo da #Qualidade #Laboratorial para os #países da #Língua #Portuguesa que teve lugar na tarde desta quinta-feira, 17 de junho, na cidade da Praia.

De acordo com Arlindo do Rosário, há necessidade dos países e respetivos governos, formularem ou reforçarem políticas nacionais abrangentes de laboratórios que incidam nas funções de organização, estrutura, trabalho em rede, coordenação, tecnologias, manutenção, biossegurança e gestão da qualidade dos laboratórios, isto de acordo com a Resolução da OMS AFRO adotada em 2008.

IMG 0125

O Ministro da Saúde de Cabo Verde disse ainda que é precisos que os países apostem no reforço dos Institutos Nacionais de Saúde Pública que têm a componente laboratorial e de investigação, da Rede dos Institutos e de Laboratórios de Saúde Pública, a definição de uma política para os laboratórios, a criação ou fortalecimento de laboratórios nacionais de referência e de controlo de qualidade, a elaboração de planos estratégicos como instrumentos orientadores, o fortalecimento da capacidade regulatória, como sendo passos que precisam ser dados com vista ao reforço da segurança sanitária na comunidade.

Para Cabo Verde garantiu que o governo está fortemente empenhado nesse processo de reforçar os laboratórios nacionais com vista a melhoria das qualidades de resposta laboratorial.

Para a Representante do Secretario de Estado da Saúde de Portugal e Chefe da Cooperação da Direção Geral da Saúde de Portugal, Ana Carla Correia que esteve também na cerimónia de Abertura, este é um momento particularmente importante na área da cooperação entre Portugal e Cabo Verde e no contexto da CPLP. A cooperação entre o INSP-CV e o INSA-PT tem sido uma constante e tem abrangido imensas áreas da saúde, nomeadamente a capacitação, cooperação técnica e científica e a investigação.

Ana Carla Correia disse ainda que a Cooperação entre o Ministério da Saúde de Cabo Verde e de Portugal tem vindo de longas datas e tem sido cada vez mais forte e benéfico para ambos os países.

Participou também desta sessão de abertura o Presidente do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge de Portugal, Fernando Almeida considerou que este congresso é fruto de uma grande cooperação entre as duas instituições que tem unido os dois países e que englobam as áreas de capacitação, formação, investigação, comunicação entre outros.

Fernando Almeida considerou que a sala do Congresso apesar de terem pessoas estava “vazia” porque a pandemia ditou as regras da não aglomerações de pessoas, por isso nem todas as que gostaria de estar presentes presencialmente poderem o fazer. Entretanto felicitou a todos os participantes online e disse que é preciso falar do futuro e preparar o futuro dos laboratórios para os próximos tempos e desafios e anunciou que o próximo congresso será realizado no Brasil.

Para a Presidente do Instituto Nacional de Saúde Publica, Maria da Luz Lima, a pandemia da Covid19 veio demostrar o papel dos laboratórios, da qualidade do diagnostico e na contribuição para um melhor controlo das doenças sobretudo as com potencial epidémico.

“O controlo de qualidade laboratorial é importantíssimo quer através das metodologias de controlo interno quer através da participação em programas externos da qualidade” salientou.

Maria da Luz Lima considerou ainda que a realização do IV Congresso de Controlo da Qualidade laboratorial em Cabo Verde vem reforçar o papel do INSP, mas também reforçar as parcerias com os laboratórios nacionais de saúde dos países lusófonos e fortalecer os laços de Cooperação e amizade entre os o INSP-CV e o INSA-PT, principal promotor do projeto.

A OMS como convidado deste congresso, na pessoa do seu Representante em Cabo Verde, Hernando Agudelo, aproveitou a ocasião para reiterar a disponibilidade para colaborar com Cabo Verde para a melhoria da qualidade dos serviços de laboratórios.

O IV Congresso de Controlo da Qualidade Laboratorial para Países de Língua Portuguesa é uma iniciativa do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP) em parceria com Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) de Portugal, que decorre em formato presencial e online. Tem como objetivo contribuir para a harmonização de procedimentos e metodologias de controlo da qualidade na área do diagnóstico laboratorial e conta com mais de uma centena de participantes, nomeadamente profissionais dos laboratórios públicos e privados de Cabo Verde e dos países da CPLP.

Sob o tema "Laboratórios da CPLP na melhoria da qualidade laboratorial", o evento visa ainda promover a formação e o debate entre os países de Língua Portuguesa, assim como ajudar na definição de critérios de desempenho laboratorial, especificações e indicadores da qualidade, tendo em vista a melhoria do diagnóstico laboratorial com benefício direto para as instituições e, consequentemente, para a população em geral dos países envolvidos.

Antes do Congresso foram realizados uma serie de 10 minicursos que capacitaram mais de uma centena de técnicos e profissionais dos países envolvidos.

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2021 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.