No âmbito da visita de dois dias às ilhas de Santo Antão e São Vicente, o Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, afirmou esta quarta–feira (15), que a Proposta de lei de transplante renal será submetida ao Conselho de Ministros, ainda hoje (16 de janeiro) para aprovação.

Segundo Arlindo do Rosário, trata-se de uma legislação pró-ativa, pois “aponta aquilo que é necessário ser feito, para que possamos ter todas as condições reunidas para a realização do transplante em Cabo Verde”.

Tendo em conta que os casos de insuficiência renal têm vindo a aumentar no país, explica o governante que com o transplante renal, “essa situação poderá ser resolvida, considerando que a Diálise não é uma solução definitiva, mas sim transitória”.

Na fase inicial, avançou o Ministro, o processo de transplante poderá ser feito tanto em Cabo Verde como em Portugal, não obstante com o seguimento feito no País. “A cooperação com Portugal para este desiderato está bem avançada, e para breve será concluída com possibilidades de Cabo Verde vir a integrar à rede de doadores a nível da União Europeia, o que aumentará as chances de se encontrar órgãos compatíveis para o transplante”. sublinhou.

Questionado sobre o propósito da sua visita, explica Arlindo do Rosário, que o mesmo teve como objetivo inteirar-se do atual funcionamento das estruturas de saúde destas duas ilhas, bem como do andamento das obras de construção das infra-estruturas de saúde, na ilha de São Vicente.

Em relação ás obras o governante explica que, a construção do Centro Ambulatorial que albergará o Centro de Diálise em Mindelo, e o projeto de construção da maternidade pediátrica, totalizam cerca de dois milhões de contos. “O centro ambulatorial que está em fase inicial irá permitir cirurgias de ambulatório e ainda irá albergar os serviços de hemodinâmica e de oncologia”, com isso explica o governante “teremos a possibilidade de ter um grande centro hospitalar para a região norte de Cabo Verde”.

Em relação ao Centro de Diálise, o titular da pasta de saúde, diz ainda que as obras estarão concluídas em meados do mês de maio, “creio que ainda no primeiro semestre deste ano, teremos dois centros de diálise em Cabo Verde”, realça Arlindo do Rosário.

Constou ainda da sua agenda, uma visita às obras de construção do futuro Centro da Comunidade Terapêuticas da região Norte, “que irá dar uma resposta e uma abordagem integrada para os problemas de toxicodependência”, explica. 

Em tom de balanço da visita de dois dias às ilhas de Santo Antão e São Vicente, Arlindo do Rosário conclui dizendo que, sem margem de dúvida, as com estas iniciativas a nível de saúde, em dois ou três anos, a região de Barlavento “terá condições de prestação de cuidados de saúde altamente melhorados”, não deixando para trás a região de Sotavento, acrescenta.

Numa perspetiva, explica ainda o Ministro, de melhorar os cuidados de saúde no país e reduzir os números de evacuações, ou seja, “encontrar respostas para situações que poderão ser resolvidas eventualmente a nível nacional”.

foto visita SV SA

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2020 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.