O Ministro da Saúde e da Segurança Social e Presidente do Comité de Coordenação do Combate à Sida, Arlindo do Rosário, afirmou neste sábado (30), que o país regista avanços significativos na Luta contra SIDA.

A afirmação do Ministro, foi feita no Anfiteatro da Escola Secundária da Achada Frente, durante o ato central do Dia Mundial de Luta contra SIDA, sob o lema “As Organizações Comunitárias fazem a Diferença”.

“Estamos no caminho certo, e juntamente com as comunidades vamos acabar com a epidemia no País e atingir um dos principais desafios dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentáveis (ODS)” sublinhou Arlindo do Rosário na sua intervenção.

O Ministro destacou ainda, que os bons resultados dessa luta, estão espelhados no último Inquérito demográfico de Saúde reprodutiva realizado em 2018, que mostra uma redução na taxa de prevalência do VIH Sida de 0,8% para 0,6%, considerando ainda que existe uma tendência, mundial, na feminização da epidemia, “nas mulheres ainda a doença está mais acentuada que nos homens”.

O Ministro sublinhou também que o IDSR II, mostra ainda toda a abordagem que tem sido feita nessa luta, nomeadamente, na área de prevenção, do tratamento, por forma a assegurar que a universalidade, aliada a gratuitidade no acesso ao tratamento tem permitido que Cabo Verde esteja com as condições para candidatar-se ao país que irá eliminar a transmissão vertical do VIH Sida em 2020.

“Cabo Verde, quando surgiu a epidemia VIH Sida, soube sabiamente eleger o seu combate com desígnios nacionais”, considerou o governante dizendo que independentemente do ciclo governativo, essa luta prosseguiu, assumida, não só pelos governos, mas sobretudo pela população e pelas comunidades, “nenhuma luta poderá ser ganha, se não houver um real envolvimento da comunidade, face à assunção da transversalidade que existe em todas as questões da saúde”.

A luta contra o VIH SIDA, conforme Arlindo do Rosário, representa uma oportunidade fundamental para a diminuição da discriminação e para acabar com a estigmatização, visando mais inclusão e mais respeito para a promoção da cidadania e dos direitos humanos.

Para concluir a sua intervenção, adiantou que o Governo vai apresentar dentro em breve, ao Parlamento, uma proposta de lei que crie um ambiente mais favorável para eliminar todas e eventuais discriminações e que promova tantos os direitos como os deveres.

De realçar que o Dia Mundial de Luta Contra a Sida é assinalado todos os anos a dia 1 de dezembro, com objetivo de alertar as populações para a necessidade de prevenção e de precaução contra o vírus da SIDA. Este vírus ataca o sistema sanguíneo e o sistema imunológico do doente.

foto dia mundial de luta contra sida

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.