O Diretor Nacional de Saúde, Artur Correia, considerou esta segunda-feira, 14, durante a cerimónia de abertura do 2º Congresso para o Envelhecimento Ativo que “o envelhecimento da população é um dos maiores triunfos da humanidade e também um dos nossos grandes desafios, sobretudo, na saúde”.

Artur Correia, avançou ainda que em Cabo Verde, a esperança de vida dos cabo-verdianos tem aumentado, progressivamente, provocando, igualmente, um aumento da população idosa, observando neste sentido “efetivamente, que são necessários investimentos na promoção da autonomia e da vida saudável dos idosos, pois envelhecer não significa estar ou ser doente, mas sim significa que cuidados diferenciados devem ser oferecidos a essa população” disse.

E é nessa perspetiva que explicou que o Sistema de Saúde “tem enfrentado, cada vez mais, os impactos do envelhecimento da população, traduzidos pelo aumento das doenças crónicas e degenerativas, como as cardiovasculares no geral, as oncológicas, a diabetes, etc., representando já causas importantes de morbilidade, de mortalidade e de evacuações médicas para o exterior, absorvendo várias centenas de milhares de contos e carga importante de trabalho, ao nível do Serviço Nacional de Saúde”.

Segundo o dirigente, nesta área respostas importantes, de natureza pluridisciplinar e multidimensional, têm sido dadas, através do ministério, mas, também, de parceiros, na perspetiva de uma inclusão social, para não deixar ninguém pra trás!

“Com efeito, a criação do Programa Nacional da Saúde do Idoso, a formação e a sensibilização de profissionais de saúde, para uma abordagem de qualidade à população idosa, integrando a promoção e a proteção da saúde, mas, também, a prevenção, o diagnóstico precoce, o tratamento, o seguimento e a reabilitação da doença, por um lado, e o fomento e consolidação de parcerias entre os diferentes atores, por outro, constituem exemplos desse engajamento” acrescenta o diretor.

A cerimónia de abertura do congresso, ficou marcada pela intervenção emocionante da Sra. Maria da Correia Santos, em representação das pessoas idosas, “parabenizo esta iniciativa, e dizer que estamos muito contentes por terem-se lembrado de nós – pessoas idosas”.

E com destaque para as pessoas idosas, ficou durante o evento, reservado um espaço dedicado aos idosos proporcionando lhes uma manhã com cuidados de beleza, num ambiente descontraído, no hall de entrada do Palácio do Governo, local onde decorre o congresso.

De realçar, que o 2º Congresso para o Envelhecimento Ativo com o tema “Viagem para a mesma idade” – ONU 2019, decorre nos dias 14 e 15 de outubro, na Cidade da Praia, realizado no âmbito do Dia Internacional da Pessoa Idosa, assinalado no passado dia 01.

Durante dois dias, serão debatidos temas e documentos ligados ao tema, nomeadamente, o protocolo de atenção integral à pessoa idosa e ainda a partilha de conhecimentos e experiências em assistência integral à saúde da pessoa idosa.

II congresso envelhecimento

 

 

Durante dois dias, serão debatidos temas e documentos ligados ao tema, nomeadamente, o protocolo de atenção integral à pessoa idosa e ainda a partilha de conhecimentos e experiências em assistência integral à saúde da pessoa idosa.

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.