Os Ministros da Saúde do Sahel reuniram-se à margem da 33ª Cimeira da União Africana em Niamey, Níger, no passado dia 05 de julho, para maior coordenação na angariação de fundos e recursos para a provisão de intervenções no combate à Malária na região, até 2030. Na reunião de Niamey, os Ministros estabeleceram um novo Fundo de Comodidades do Sahel para a Malária (SMCF) a fim de colmatar lacunas críticas em produtos essenciais da doença na região.

Na sua intervenção, o Ministro da Saúde e Segurança Social de Cabo Verde, Arlindo do Rosário, na qualidade de Presidente da Iniciativa de Eliminação da Malária do Sahel, adiantou que “é importante ressaltar que o Fundo para Produtos de Malária do Sahel ajudará todos os oito países a beneficiarem de economias de escala e a mitigar as carências ou excedentes de cada Estado, de ferramentas importantes para salvar vidas e prevenir a malária”.

 Arlindo do Rosário assegurou ainda que “ao garantir a gestão da cadeia de suplementos e garantia de qualidade dos produtos que usamos, este Fundo será essencial para aproveitar ao máximo os recursos que temos disponíveis para eliminar a malária na região”. Segundo o governante este encontro é um marco importante para a Iniciativa de Eliminação da Malária do Sahel, e a partir de agora é possível trabalhar, todos juntos para implementar um plano de trabalho abrangente, salvar mais vidas em toda a região, incluindo a proteção de 1,2 milhões de crianças elegíveis para quimioprevenção.

O novo Fundo será utilizado para adquirir produtos essenciais, que incluem quimioprofilaxia sazonal contra Malária (SMC), pulverização de inseticidas indoor (IRS), redes tratadas com inseticida de longa duração (LLINs), testes de diagnóstico rápido (RDTs) e terapia combinada à base de artemisinina.

O Fórum Ministerial da Iniciativa de Eliminação da Malária do Sahel (SaME) foi a primeira reunião dos Ministros da Saúde dos países participantes e dos seus parceiros internacionais desde o lançamento da iniciativa em agosto de 2018.

De relembrar que Cabo Verde é considerado um dos países em fase de pré-eliminação da Malária, reportando apenas 2 casos da doença em 2018, de acordo com o recente relatório de progresso do E2020 da Organização Mundial da Saúde.

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.