O Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, que falava durante uma conferência de imprensa para a apresentação do II Fórum Africano de Saúde da Organização Mundial da Saúde, a ter lugar de 26 a 28 de março, na Cidade da Praia, adiantou, que este fórum será uma oportunidade de partilhar com outros países da região as boas práticas já seguidas por Cabo Verde, referência em muitas áreas.

Conforme Arlindo do Rosário “Cabo Verde tem resultados satisfatórios, muito bons no que diz respeito à cobertura universal de saúde”. Há um conjunto de objetivos que estão sendo alcançados, nomeadamente a eliminação da transmissão vertical do VIH para 2020, a eliminação da transmissão autóctone do paludismo”.

O governante, sublinhou que o tema da cobertura universal de saúde, estará em análise, envolvendo assim várias questões tendo o foco “que ninguém fique para trás, que haja possibilidade de realmente melhorar, diminuir as barreiras de acesso aos cuidados de saúde, mas cuidados de saúde com qualidade, esse é um especto fundamental da cobertura".

Segundo Arlindo do Rosário, as emergências sanitárias, também, um dos temas a ser debatido, “continua a ser um ameaça à vida das populações dos nossos países e os efeitos nefastos para as nossas economias. Basta lembrar um pouco aquilo que se passou e que continua havendo algum problema em relação a epidemia do ébola".

A apresentação do fórum que teve lugar hoje, 22 de março contou com a participação da Diretora Regional da Organização Mundial de Saúde, Dra. Matshidiso Moeti, que afirma que a saúde em África está bastante evoluída apesar dos desafios, sobretudo, a nível de financiamento da saúde.

Quanto ao fórum a Diretora Regional assegura que esta iniciativa será não só um momento de partilha, mas também uma oportunidade para estudar a situação atual da saúde em África, e em particular ver aquilo que se tem feito a nível de saúde em Cabo Verde, por ser considerado um modelo para os outros países africanos.

 Na sua intervenção conclui dizendo que Cabo Verde é um país muito forte em termos de estratégias políticas.

O II Fórum Africano de Saúde da OMS sob o tema “Cobertura Universal em Saúde e Emergências Sanitárias: a África que pretendemos”, visa fornecer uma plataforma onde novas parcerias, iniciativas e programas possam ser forjados, para criar mudanças significativas por melhores cuidados de saúde. São esperados mais de 600 participantes, incluindo trinta finalistas do concurso de inovação “Aproveitar Soluções Inovadoras”.

De realçar que este evento é organizado pelo Governo de Cabo Verde e pelo Escritório Regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para África.

foto apresntacao forum

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.