O Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia “faz um balanço positivo” da campanha, destacando que das 45 mil crianças por vacinar já foram vacinadas 33 mil. Em conferência de imprensa realizada na manhã desta segunda feira, 12 de novembro, Artur Correia avançou ainda que durante os cinco dias da campanha, de forma geral a cobertura ronda á volta de 70 a 80%”, atingindo uma taxa superior a 73%”, no entanto afirmou que em algumas ilhas foram atingidos os 100% de cobertura. O Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia, mostrou-se convicto de que durante os dois dias que faltam para terminar as ações no terreno, serão reforçadas as ações de sensibilização para atingir a meta pretendida. E é neste sentido, que o mesmo faz um apelo ás equipas de vacinação a reforçarem as suas ações no terreno, aos órgãos de comunicação social a continuarem a sensibilizar através de informações sobre a campanha e por outro lado, aos pais, encarregados de educação a levarem os seus filhos aos postos de vacinação. Para que Cabo Verde consiga a eliminação do Sarampo e da Rubéola no horizonte de 2020, conforme a estratégia regional, diz Correia é preciso garantir “de fato a vacinação das crianças”. Pois a vacinação não protege 100%, explica “isso significa que de ano para ano tem havido a acumulação de suscetíveis ao longo dos anos e este reforço é precisamente para mitigar os efeitos dessa acumulação”, destaca que o país com uma cobertura de 95%, precisa ainda através de campanhas de vacinação consolidar os ganhos até agora obtidos. A campanha termina amanhã, terça-feira, 13 de novembro, entretanto sublinha o diretor que caso houver necessidade será prolongado para mais dois ou três dias, de forma a cumprir totalmente a meta pretendida.

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.