A Diretora Regional da Organização Mundial da Saúde, Matshidiso Moeti, avalia positivamente a visita de dois dias a Cabo Verde, e reconhece que o país é de fato um bom exemplo na região Africana, destacando em relação aos outros países africanos com ganhos significativos a nível de indicadores de saúde.

“As políticas estratégicas do governo de Cabo Verde estão muito bem alinhadas com as políticas da OMS quer a nível mundial, quer a nível regional, isto com objetivo de se conseguir a cobertura universal e garantir saúde a todos e tem uma boa cobertura da segurança social”, salienta Moeti.

De acordo com o Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, esta visita permitiu dar a conhecer de forma mais detalhada o sistema de saúde de Cabo Verde permitiu que a diretora visse “in loco” as realizações do sistema de saúde de Cabo Verde.

Na ocasião o titular da pasta de saúde, fez saber que Cabo Verde foi escolhido pela OMS para sediar o 2º Fórum Africano de Saúde, em Março de 2019, “uma oportunidade para dar visibilidade ao país e permitirá obter ganhos importantes em relação às experiências dos outros países”, explica Arlindo do Rosário.

A diretora regional da OMS participou na cerimónia de Lançamento Oficial da Introdução da Vacinacontra a Febre Amarela no calendário Nacional de Vacinação, que teve lugar no passado dia 22, na Delegacia de Saúde de Santa Cruz e reconheceu a importância da vacinação e diz que “é um marco para a saúde do povo cabo-verdiano”. “Congratulo por esta iniciativa, pois a mesma demonstra uma grande liderança e resolução do governo e dos parceiros no acesso universal à saúde a todos que precisam”, conclui.

A visita terminou com o Lançamento da Campanha de Pulverização 2018, que teve lugar na Várzea, onde a diretora pediu a colaboração de todos nesta luta, de forma que se possa ter uma áfrica livre de doenças, uma áfrica saudável”.

Constou ainda a participação no programa de lançamento a sessão de atividades físicas enquadradas no projeto Mexi Mexé. Esta campanha tem como objetivo reforçar as campanhas de Pulverização intra-domiciliar, no período antes das chuvas, de forma a evitar o aumento da densidade vetorial.

No âmbito desta visita de trabalho, a Diretora Regional da OMS teve a oportunidade de visitar algumas estruturas de saúde nomeadamente, o Hospital Regional de Santiago Norte, o Hospital Dr. Agostinho Neto (Serviço de Telemedicina e Hemodiálise) e a Delegacia de Saúde de Sta. Cruz para conhecer um pouco da saúde cabo-verdiano.

A diretora reuniu ainda com o Presidente da Assembleia de Cabo Verde, com o Vice-Primeiro Ministro e as redes parlamentares, momentos em que a diretora fez a apresentação dos projetos em agenda da OMS tem para os próximos tempos em relação ao país.

Com esta deslocação, pretende o país reforçar a cooperação com a Organização Mundial de Saúde nas áreas de políticas e sistemas de saúde, promoção da saúde ao longo do ciclo da vida, prevenção e combate às doenças transmissíveis e não transmissíveis, e controlo de emergências e riscos, nomeadamente os ligados aos impactos das mudanças climáticas na saúde.

DR OMS

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2018 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.