Todos os anos, a 14 de Junho, a Região Africana junta-se à comunidade mundial para comemorar o Dia Mundial do Doador de Sangue. O tema deste ano centra-se na dádiva de sangue como um ato de solidariedade: “Esteja disponível para ajudar o próximo. Dê sangue. Partilhe a vida”.

 Este tema chama a atenção para os gestos de bondade dos dadores de sangue regulares e voluntários para com os doentes necessitados, e incentiva as pessoas a preocuparem-se umas com as outras através da dádiva de sangue.

 O dia é também uma oportunidade para agradecer aos dadores de sangue voluntários e não remunerados as suas dádivas de sangue que salvam vidas e para motivar as pessoas com boa saúde que nunca deram sangue a começarem a fazê-lo, especialmente os jovens.

 As transfusões de sangue salvam vidas. Ajudam os doentes que sofrem de doenças potencialmente fatais a viverem mais tempo, melhoram a qualidade de vida e ajudam as intervenções médicas e cirúrgicas complexas. Possuem um papel essencial e salvam vidas nos cuidados maternos e infantis e durante as respostas de emergência a catástrofes, assim como em acidentes e traumatismos rodoviários. As dádivas de sangue seguras têm um papel vital na oferta de cuidados eficazes e imediatos a doentes que necessitam. É desta forma que qualquer pessoa pode estar disponível para ajudar o próximo – ao dar sangue e partilhar a vida.

Na Região Africana, embora os países tenham realizado progressos significativos para melhorar a disponibilidade e a segurança do sangue, a procura por transfusões de sangue está a aumentar. A Região não está a satisfazer as suas necessidades de sangue, e muitos doentes que necessitam de transfusões estão a morrer devido à sua escassez.

 O abastecimento adequado de sangue seguro apenas pode ser garantido através de dádivas regulares, voluntárias e não remuneradas. Lanço um apelo aos países para que apoiem as dádivas de sangue voluntárias como um ato de solidariedade para todos e que garantam que os serviços nacionais de transfusão de sangue possuem um financiamento sustentável para os programas de segurança do sangue. Incentivo os Ministérios da Saúde a implementarem medidas ativas para reforçarem os serviços nacionais de transfusão de sangue, de modo a aumentar o acesso universal ao sangue seguro.

 Ao comemorarmos o Dia Mundial do Dador de Sangue, quero agradecer a todos os dadores voluntários de sangue e incentivá-los a continuarem a oferecer regularmente esta dádiva valiosa, de modo a garantirmos que existe um abastecimento de sangue suficiente para todos os doentes.

Quero felicitar e expressar o meu apoio às associações de dadores de sangue e a outras organizações não-governamentais, e a todos quantos trabalham para disponibilizar sangue seguro nas unidades de cuidados de saúde.

O Escritório Regional da OMS para a África irá continuar a apoiar todas as iniciativas com vista a garantir que o sangue seguro e produtos do sangue estejam disponíveis para todos.

Esteja disponível para ajudar o próximo. Dê sangue. Partilhe a vida.

post


 

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2018 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.