No âmbito do projeto INITIATIVE 5% Canal 2, a Direção Geral de Farmácia realizou entre 07 a 14 de março, uma formação sobre a prescrição e uso racional de medicamentos, que culminará com melhorias para o sistema de saúde do país. 

 Pretende-se com esta formação capacitar os profissionais de saúde para a prescrição e uso racional de medicamentos.

A formação foi ministrada pelo farmacêutico e professor Moacyr Luiz Aizenstein da Universidade de São Paulo, Brasil e de forma a abranger o maior número possível de técnicos, foi realizada na cidade da Praia de 07 a 09 de março e no Mindelo de 12 a 14 em São Vicente.

Segundo o farmacêutico Moacyr Aizenstein, todos os profissionais de saúde estão envolvidos com a “cadeia” dos medicamentos, desde a sua prescrição e até a sua administração. O médico prescreve de forma racional, adaptando as condições de cada indivíduo, o farmacêutico colabora na sua prescrição, e a enfermeira administra e observa a reação dos pacientes dados aos medicamentos, identificando os efeitos.

“Os medicamentos são muito mal-usados em torno do Mundo inteiro, não é uma propriedade particular em nenhum lugar, daí a tentiva de trazer os critérios que devem ser utilizados para se usar os medicamentos de forma racional, com isso melhorando a condição física dos pacientes e evitando os efeitos adversos” explica Moacyr Aizenstein.

Os medicamentos prescritos de modo racional podem ter um papel importante na melhoria do estado de saúde de uma comunidade, ao mesmo tempo que preservam os recursos financeiros

 

 

 

 

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2019 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.