O Hospital Dr. Agostinho Neto (HAN), na Cidade da Praia, já dispõe de uma lavandaria apetrechada com equipamentos modernos e apropriados e que permite a lavagem de milhares de quilos de roupa por dia. A infraestrutura, que fica localizada no anexo do HAN, na zona de Trindade, foi financiada e construída pela cooperação chinesa.

 

Ao presidir a cerimónia de inauguração da lavandaria, o Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário explica que a partir de agora a capital conta com uma lavandeira ágil e moderna, refletindo numa melhor estrutura de atendimento aos pacientes e que vai ajudar na prevenção do controlo das infeções hospitalares. 

 

“Essa lavandaria é uma grande mais-valia, já que ela é fundamental em qualquer estrutura organizativa a nível hospitalar, e acaba por concentrar o tratamento das roupas de todas unidades dos HAN, mas também de todos os centros de saúde, e isso aumentar a sua viabilidade”, sublinha Arlindo do Rosário.

 

De acordo com o PCA do HAN, Júlio Andrade, os funcionários que vão trabalhar na lavandaria já estão capacitados. Aquele responsável acrescenta que a lavandaria tem capacidade para fazer a lavagem das roupas do hospital da Praia e outras infraestruturas sanitárias de Santiago e ainda para prestar serviços a outros sectores, nomeadamente, a hotelaria.

 

“É um equipamento que exige roupas especiais, tendo em conta que atinge temperaturas bastante elevadas. Por outro lado, essa temperatura descontamina por completo qualquer tipo de roupa. Portanto, não há risco de contaminação pelo que as roupas de qualquer sector podem ser lavadas aqui”, explicou, indicando que o próprio hospital já encomendou roupas especiais. 

 

O plano de negócio da infraestrutura ainda não está definido, mas Júlio Andrade aventa a possibilidade da gestão ser terceirizada, já que, conforme explicou, o seu funcionamento tem custos elevadíssimos, que fica demasiado caro para o Hospital, tendo em conta que o pessoal deve ser especializado, bem como o custo da eletricidade e da água. Adianta ainda que a lavandaria está equipada com o sistema de tratamento de água que, inclusive, pode ser utilizada na agricultura e até para a reutilização na lavagem das roupas. 

 

A obra, que representa um investimento de 146 mil contos e será pago no âmbito de empréstimos sem juros, do Acordo de Cooperação Económico e Técnico, assinado aos 4 de Novembro de 2013, entre o Governo da República Popular da China e o Governo da República de Cabo Verde.

 

O Projeto de Construção da Lavandaria Hospitalar Central do HAN tem como objetivo, por um lado, criar as condições para implementação de uma unidade de serviço central, tendo em conta que o sistema de processamento de roupas exige alguma complexidade, e por outro lado, irá albergar todos as unidades de lavagem de roupas existentes no Hospital Dr. Agostinho Neto.

 

A inauguração da Lavandaria do Hospital Agostinho Neto aconteceu no passado dia 02 de março e contou com a presença do embaixador da República Popular da China em Cabo Verde, Du Xiaocong, do Presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos e do Presidente do Conselho de Administração do HAN, Júlio Andrade.

foto inauguracao lavandaria HAN

 

 

 

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2018 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.