Cabo Verde tem conseguido bons resultados em termos da saúde, afirmou o Diretor-Geral da Organização Oeste Africana da Saúde (OOAS), Xavier Crespin, por ocasião da terceira reunião da rede de comunicadores da CEDEAO sobre as questões de saúde, que se realizou nos dias 22 e 23 de novembro de 2017, em Ouagadougou – Burkina Faso.

Xaveir Crespin que durante o encontro apresentava a situação sanitária da região, sublinhou que os dados indicam que Cabo Verde tem indicadores de saúde muito melhores que outros países e, conseguiu progressos significativos em termos da saúde materna e neonatal, da mortalidade infantil em crianças com menos 5 anos e aleitamento materno exclusivo.

No entanto, os dados evidenciam uma alta taxa de obesidade, e como medida para contornar esta situação, o Governo de Cabo Verde vem desenvolvendo ações multidisciplinares e intersectoriais, na prevenção e combate à obesidade e promoção da saúde, possibilitando a participação da comunidade nesse processo.

Neste contexto, o Diretor destacou que Cabo Verde é um exemplo de boas práticas implementadas na área de saúde em Cabo Verde, que poderão servir de modelo para os outros países da CEDEAO, como exemplo a Telemedicina.

Os membros da rede de comunicadores da CEDEAO estiveram reunidos durante dois dias, com objetivo de dar a conhecer as atividades realizadas pela OOAS,  com vista a melhorar as divulgações nos respetivos países, rever o nível de implementação das recomendações de 2016 e as correções necessárias e, por fim, melhorar a colaboração dos membros da rede em sites e redes social.

A cerimônia de abertura do referido encontro foi presidida pela Secretária-Geral do Ministério da Saúde de Burkina Faso, Francine Ouedraogo Douamba, na presença do Diretor-Geral da Organização Oeste Africana da Saúde (OOAS), Xavier Crespin e do Presidente da Rede de comunicadores da CEDEAO sobre questões de saúde, Aloysé Waly Diouf.

Francine Ouedraogo, Secretária Geral do Ministério da Saúde de Burkina Faso, em representação do Ministro Nicolas Méda, sublinhou que as intervenções dos comunicadores na área da saúde são "essenciais para apoiar iniciativas voltadas para promover o bem-estar de nossas populações".

Os profissionais da comunicação de todos os tipos são essenciais na pesquisa e implementação de soluções para vários problemas de saúde, particularmente através da colaboração com profissionais de saúde no âmbito de programas de conscientização. É por isso que congratula-se com as ações realizadas por esta rede para aumentar a visibilidade das intervenções da OOAS, o que ajuda a instituição sub-regional a cumprir suas missões de forma eficaz.

foto OOAS 3 reunião rede comunicadores saude CEDEAO 1    foto OOAS 3 reunião rede comunicadores saude CEDEAO

 

 

Ministério da Saúde e da Segurança Social

 
Palácio do Governo - C.P nº 47
Cidade da Praia
Ilha de Santiago - Cabo Verde
 
Direitos de autor © 2017 Ministerio da Saúde e da Segurança Social. Todos os direitos reservados.